Cacifos Solidários

“Antes Tinha um problema de 100kg na cabeça e agora é de 40kg” (Carlos, utilizador dos cacifos)

O projeto Cacifos Solidários surge da conversa com pessoas em situação de sem-abrigo que nos identificaram como seu principal problema diário a incapacidade de guardarem e protegerem os seus pertences. Estas pessoas travam uma batalha diária no que respeita à segurança e dignidade da proteção desses mesmos pertences, muitas vezes de elevado valor sentimental. Neste sentido, surgiu a ideia de se desenvolver uma solução temporária que permita a estas pessoas melhor assegurarem os seus pertences, ao mesmo tempo que lhes restitui um nível de responsabilização, de equilíbrio mental e de acompanhamento regular em contexto de rua.

Este projeto veio construir algo que ainda não existia na rua. Trata-se de uma ligação mais “controlada” e regular com pessoas que estão em situação de sem-abrigo e que pernoitam na rua. A falta de referências e irregularidade de localização desta população faz com que, muitas vezes, respostas, sinalizações e encaminhamentos tenham menor eficácia. Não saber com maior certeza onde “estão” as pessoas e quem realmente “são”, é um problema para melhor se poder intervir. Os cacifos introduzem também a possibilidade de comunicação postal. A experiência de rua diz-nos que este pequeno correio é fundamental para várias situações: além da importância da chave e espaço, junta-se a importância de uma referência local e física.

Paralelamente à sua utilidade prática, este projeto pressupõe um acompanhamento realizado por uma equipa técnica psicossocial em que é criada uma relação de confiança a fim de potenciar o sentimento de autoestima, empoderamento e motivação, facilitando a relação com os serviços sociais e de saúde potenciando a eficácia da intervenção social realizada. Este é um dos principais pontos deste projeto, sendo que podemos considerá-lo como um “degrau” entre a rua e uma vida fora desta.

Objetivos:

  • Promover a dignidade, proteção e segurança dos bens pessoais de pessoas em situação de sem-abrigo;
  • Permitir um ponto de “correio” entre as pessoas em situação de sem-abrigo e as instituições;
  • Aumentar a eficácia na intervenção social, encaminhamentos e acompanhamentos;
  • Promover a responsabilização e empoderamento da pessoa em situação de sem-abrigo.

Onde estão os Cacifos Solidários?

  • Arroios – Lisboa |12 cacifos
  • Santa Apolónia – Lisboa |12 cacifos
  • Cais do Sodré – Lisboa |12 cacifos
  • Oriente – Lisboa |12 cacifos
  • Rossio – Lisboa |12 cacifos
  • Campo da Barca – Funchal | 12 cacifos

Parceiros Principais:

Logotipo CML 2012_preto e verde_horiz


Quer apoiar este Projeto? Veja como AQUI


Solidary Lockers ©

“Before I had a problem of 100kg in the head and now it is 40kg“ (Carlos, lockers user)

The Solidary Lockers project was born after a problem that was identified by ACA’s street teams and those who live on the streets: homeless people need a place to store their belongings. They face a daily struggle regarding safety and dignity in the protection of their possessions, in many cases of sentimental value. In this sense, ACA created a temporary solution for these people to better secure their belongings, while restoring in them a level of accountability, mental balance and regular monitoring in street context.

This project created something that did not exist on the street. It is a more “controlled” and regular connection with people who are in homeless situation and who stay on the street. The lack of references and irregularity in location of this population often makes the answers, signs and referrals less efficient. Not knowing with greater certainty where people “are” and who they really “are” is an obstacle to a better intervention. Lockers also introduce the possibility of postal communication. The street experience tells us that this small post office is essential for numerous situations: in addition to the importance of the key and space, it is important to have a local and physical reference.

In parallel to its practical use, this project involves a monitoring process carried out by a psychosocial team. It’s a trust based relationship with the users, which can enhance their sense of self-esteem, empowerment and motivation, easing the relationship with health and social services, increasing the effectiveness of the social intervention carried out. This is one of the main points of this project, and we can consider it as a “step” between the street and a life outside it.

Goals:

  • Promote the dignity, protection and security of the personal property of homeless people;
  • Allow a point of “mail” between homeless people and institutions;
  • Increase effectiveness in social intervention;
  • Promote the empowerment of the homeless people.

Key Partners:

Logotipo CML 2012_preto e verde_horiz


Do you want to replicate this project in your country?

If you want to replicate the project Solidary Lockers in your country ask us a replication proposal. Our vision of replication is the creation of a partnership that is based on a sense of cooperation in the creation of an international network of Solidary Lockers.

In general, the proposal for replication and budget includes the following points:

> Lockers in the existing model and bifacial shelter fastening structure for lockers (with essential adaptations for the location and copyright authorization);
> Transport to the country;
> Training for the organization / team that will manage the project
> Project management and operation manual (in English – other languages on request);
> Consulting after implementation and information sharing;
> Trademark of the project and being part of an international project.


Contact us: cacifossolidarios@conversa.pt / +351 968 769 606


Related Projects
0
Connecting
Please wait...
Send a message

Sorry, we aren't online at the moment. Leave a message.

Your name
* Email
* Describe your issue
Login now

Need more help? Save time by starting your support request online.

Your name
* Email
* Describe your issue
We're online!
Feedback

Help us help you better! Feel free to leave us any additional feedback.

How do you rate our support?